Ismê Imobiliária Campinas - SP

CAIXA JÁ OFERECE CRÉDITO PARA COMPRA DE IMÓVEL SUBSIDIADO POR PACOTE

Portal EXAME -
Já é possível comprar imóveis pelo programa Minha Casa, Minha Vida. Em seu primeiro mês de operação, o plano financiou 1.089 unidades, somando 48,3 milhões em crédito. A maior parte dos imóveis (684) foi adquirida por famílias com renda entre três e seis salários mínimos, mas também foram comercializadas 211 unidades a quem recebe até três salários mínimos. As famílias que fazem parte da faixa mais alta de renda do programa - de seis a dez salários mínimos - foram as que menos utilizaram o crédito até o momento, financiando apenas 194 unidades.

Para obter o empréstimo, o interessado deve, primeiramente, encontrar a casa ou o apartamento que deseja comprar. Pode ser um imóvel na planta, em construção ou já pronto, desde que o habite-se tenha sido emitido após 26 de março de 2009 e que o valor não ultrapasse 130.000 reais. A Caixa financia até 100% do valor do imóvel pelo prazo de até 30 anos, mas as condições variam de acordo com a renda e a idade do comprador. No site da Caixa - www.caixa.gov.br - é possível simular o financiamento e checar as condições oferecidas.

Uma vez escolhido o imóvel, o comprador deverá se dirigir a uma das agências da Caixa Econômica Federal e solicitar o crédito. Será analisada a documentação do comprador, do vendedor e do imóvel. O mutuário poderá contar com alguns benefícios, como o desconto de 80% a 100% nos custos cartoriais, o abatimento de até 23.000 reais nos financiamentos e a possibilidade de adiar o pagamento das prestações por até 36 meses em caso de desemprego ou perda de renda.

Para aqueles que se enquadram na faixa de até três salários mínimos, a prestação será equivalente a 10% da renda, sendo o valor mínimo de 50,00 reais mensais, e não haverá reajustes no financiamento, que terá prazo de até dez anos. "Ao final desse período, o comprador receberá a escritura do imóvel", destaca a superintendente nacional de Habitação da Caixa, Bernadete Coury.

A executiva explica que para essa faixa de renda ainda há poucas opções de imóveis no mercado. Por isso, a Caixa está fechando parcerias com empresas e estados para a construção das moradias. Até o momento, foram aprovados dez projetos, que levantarão 1.730 unidades. Destas, 998 serão destinadas a famílias com renda mensal de até três salários mínimos. Outros 270 projetos, que preveem a construção de mais 46.859 imóveis, ainda estão em análise. O gerente de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Cimento Portland, Mario William Esper, explica que hoje já é possível construir imóveis com 42 metros quadrados a um custo de 32.000 reais, mais o terreno. "O grande desafio do projeto é encontrar os locais para a construção. Por isso, a parceria com estados e municípios é fundamental", afirma.

Como a expectativa é de grande procura, a Caixa está cadastrando os interessados e entrará em contato conforme o avanço das obras. "O mutuário só começará a pagar as prestações quando o imóvel estiver pronto", afirma Bernadete.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixa aqui a sua mensagem. Agradeço a sua visita.