Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

TACS ENTRE PREFEITURA E CONSTRUTORAS BENEFICIAM MAIS DE 8,5 MIL FAMÍLIAS

A Prefeitura de Campinas conseguiu, na última semana, assinar com três construtoras Termos de Ajustamento de Conduta, o que representa a garantia das contrapartidas necessárias para a execução de uma série de obras de melhorias na região onde essas empresas têm empreendimentos imobiliários. O Termo já foi assinado pela DPG/Goldfarb, MRV e Sol Panamby. Com os três acordos, mais de 8,5 mil famílias serão beneficiadas, já que as obras dos empreendimentos embargados pela Prefeitura devem ser retomadas após a avaliação do Ministério Público. Em termos financeiros, os TACs representam mais de R$ 34,7 milhões, valor que será investido em melhorias como implantação de sistemas de drenagem de águas e no viário, nas regiões onde os prédios estão sendo construídos. Para o prefeito de Campinas, Demétrio Vilagra, a Administração municipal buscou todas as formas legais para garantir a continuidade das obras, um compromisso que havia sido assumido pela Prefeitura junto aos compradores dos imóveis.

SALÃO DO IMÓVEL MOBILIZA CAMPINAS

Campinas sedia na próxima semana, entre os dias 27 e 30, a terceira edição do SIM, o Salão Imobiliário de Campinas e Região, que será realizada no estacionamento coberto do segundo piso do Shopping Iguatemi Campinas. A expectativa é de que esta edição movimente, nos quatro dias de evento e nos meses seguintes, em fechamento de negócios, cerca de R$ 350 milhões. O investimento é de R$ 4 milhões. O evento terá 50estandes de imobiliárias e incorporadoras com opções de imóveis e gerará 300 empregos diretos e indiretos. A estimativa é de que 30 mil visitantes virão a esta edição do SIM. O diretor-executivo do Grupo EPX de Comunicação, organizador da feira, Dostoiévscki Vieira Silbonne, explica que muitos empreendimentos terão lançamento simultâneo, como lotes, apartamentos, casas e condomínios fechados e até casas na praia e unidades comerciais. Os produtos vão de lotes a partir de R$ 60 mil e apartamentos e casas cujo valor é de R$ 120 mil a mansões avaliadas em R$ 5 milhões, além de se

NOVO TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA PERMITE INCLUSÃO DE PRAZO DE TOLERÂNCIA EM CONTRATOS DE IMÓVEIS NA PLANTA

TAC assinado pelo Secovi-SP e Ministério Público deixa o contrato mais claro sobre os atrasos nas obras. Medida é válida para São Paulo, mas pode se estender para outros Estados também. Segundo recomendações, prazo máximo de tolerância é de 180 dias O Sindicato da Habitação (Secovi-SP) e o Ministério Público Estadual de São Paulo (MP-SP) assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para que as empresas incorporadoras sejam orientadas a incluir nos contratos de venda de imóveis na planta cláusulas sobre o prazo de tolerância para a entrega das obras. Segundo comunicado divulgado pelo MP-SP, o sindicato ficará responsável por informar e orientar empresas incorporadoras para que incluam nos contratos de alienação de unidades autônomas cláusulas contratuais que dêem maior transparência e informações mais claras ao consumidor, como a de informação de prazo estimado da obra e o prazo de tolerância para conclusão da construção. "O TAC não obriga empresa nenhuma a colocar as clá

GOLDFARB NEGA QUE SÓCIO DE CANDIA SEJA DIRETOR DA CONSTRUTORA

Vice-presidente da empresa, Paulo Petrin, foi ouvido pela CPI da Corrupção nesta 4ª EPTV O vice-presidente da Goldfarb, Paulo Petrin, disse em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Corrupção na manhã desta quarta-feira (19) que as contrapartidas cobradas pelo Ministério Público para a construção de empreendimentos imobiliários em Campinas não estavam previsto em lei. A construtora teve três empreendimentos embargadas no Parque Jambeiro por falta de obras de infraestrutura para o trânsito e escoamento de água da chuva. Para suspender os embargos, a empresa assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), se comprometendo a investir R$ 15 milhões para resolver o problema. Os integrantes da comissão também questionaram o vice-presidente da Goldfarb sobre a ligação da construtora com Washington Deneno, sócio de Ricardo Candia, ex-diretor do Controle Urbano da Prefeitura de Campinas, em uma empresa imobiliária. A CPI da Corrupção afirma que Deneno se apresentava como

CONTRATOS NOVOS DE ALUGUEL SOBEM 17,6%

Variação acumulada nos 12 meses terminados no mês passado em São Paulo volta a se aproximar do recorde. Para os contratos em andamento, reajustados pelo IGP-M, o acréscimo será bem menor, de 7,5% Os contratos novos de locação residencial assinados na capital paulista tiveram aumento médio de 17,55% nos últimos 12 meses terminados em setembro, de acordo com os dados adiantados pelo Secovi (Sindicato da Habitação) de São Paulo para a Folha. A variação voltou a ficar próxima do recorde registrado em julho (18,14%), considerando a série histórica da entidade, iniciada em janeiro de 2006. Para os contratos em andamento com aniversário em setembro corrigidos pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), da FGV (Fundação Getúlio Vargas), a alta será bem menor (7,46%). "A tendência é voltar a ter um equilíbrio", afirma Francisco Crestana, vice-presidente de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP, sobre o descasamento entre os dois indicadores na cidade. "Esse descompas

CLIENTE QUE RECEBER IMÓVEL COM MAIS DE 6 MESES DE ATRASO TERÁ DE SER INDENIZADO

Acordo firmado entre Secovi e Ministério Público prevê multa à incorporadora de 2% do valor pago, mais 0,5% a cada mês de espera Atrasar a entrega de um imóvel em mais de seis meses renderá multa mínima de 2% sobre o valor já pago pelo comprador à incorporadora da obra. Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pelo Ministério Público Estadual (MPE) e o Sindicato da Habitação do Estado (Secovi-SP) ainda prevê mais 0,5% de multa a cada mês de espera. As novas regras valerão para contratos assinados a partir de 26 de novembro. O TAC determina que o dinheiro seja devolvido, na forma de desconto, em um prazo máximo de 90 dias após a entrega das chaves ou assinatura da escritura definitiva. As empresas ainda devem avisar, com quatro meses de antecedência, sobre problemas no andamento das obras, para que os compradores possam se programar. O acordo foi assinado com representantes da sede paulista do Secovi, que reúne 4.500 incorporadoras no Estado, mas, no entendimento do MPE, deverá

VICE DA GOLDFARB NEGA IRREGULARIDADES

Paulo Petrin durante depoimento O vice-presidente da Goldfarb, Paulo Petrin, disse na manhã de ontem, em depoimento à CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Corrupção na Câmara de Campinas, que a empresa não tem responsabilidade na aprovação de projetos para a construção de empreendimentos imobiliários que não contemplam as exigências previstas em lei federal em relação às obras de infraestrutura. “A empresa faz aquilo que o poder público exige”, justificou. Três empreendimentos da Goldfarb no Parque Jambeiro foram embargados por falta de obras de infraestrutura que serviriam de contrapartida ao impacto causado pelas obras e por suspeitas de irregularidades na liberação de alvarás. O embargo foi feito pela Prefeitura de Campinas. O vereador Artur Orsi (PSDB), presidente da CPI, disse que há indícios de facilitação na aprovação de projetos da empresa. “Em documentos, consta aprovação em prazo de apenas uma semana”, afirma Orsi. Para esclarecer a rapidez na aprovação de projetos

CUIDADOS NA HORA DE COMPRAR IMÓVEL GARANTE BOA DECISÃO DE COMPRA

Profissionais do mercado imobiliário ajudam consumidor a evitar transtornos, atitude que requer paciência e atenção. A carioca Rafaela Prado, de 29 anos, vive uma série de transtornos desde que comprou, há um ano, o apartamento onde mora no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro. Com direito a garagem segundo a escritura do imóvel , ela tem de estacionar seu automóvel na rua: "Ao me mudar, descobri que a vaga não existe. E meu carro não tem seguro". Dezoito das 40 unidades do empreendimento têm previsão de garagem, mas há espaço para apenas cinco veículos. Antes de fechar o negócio, Rafaela alega ter sido informada pela antiga proprietária de que o condomínio arcaria com as despesas de um estacionamento particular caso necessário. "Confirmei com a síndica, mas, até me mudar, ela saiu. E o atual síndico diz que isso não é problema do edifício." Sem sucesso, agora ela pretende recorrer à Justiça. "Se soubesse de tudo, não compraria pelo valor que paguei", c

IMÓVEIS COMPACTOS APOSTAM EM FUNCIONALIDADE E SOFISTICAÇÃO

Apartamentos pequenos ganham a preferência dos moradores que trocam espaço de sobra pela comodidade de morar perto do trabalho São Paulo - Em grandes centros como São Paulo, passar horas no trânsito no trajeto de casa para o trabalho costuma ser comum. De olho no público que deseja livra-se do stress e das horas perdidas, as construturas vêm lançando cada vez mais apartamentos de pequeno porte, muitas vezes limitados a 35m². "O morador que procura um apartamento com essa tipologia procura estar em um lugar central, onde possa ter acesso a uma gama de serviços e restaurantes", diz Ricardo Grimone, diretor de incorporação da Even. "O empreendimento também deve oferecer uma área de lazer muito completa para compensar a falta de espaço em casa", completa. Tanta comodidade tem preço. De um lado, a construção de inúmeras áreas de uso comum, como lavanderia, piscina, espaço gourmet, brinquedoteca e academia, ele va o preço do metro quadrado para as alturas. Além disso,

MEMBRO DO SECOVI ALERTA PARA OS RISCOS DE UMA "EUFORIA" NO MERCADO IMOBILIÁRIO

Romeu Chap Chap, presidente do Conselho Consultivo do Secovi-SP e da Romeu Chap Chap Desenvolvimento e Consultoria Imobiliária. De janeiro a julho deste ano, a venda e os lançamentos de imóveis novos na cidade de São Paulo registraram, respectivamente, queda de quase 20% e 14%, em relação a igual período de 2010. Os números não devem impressionar. Até porque o desempenho do mercado imobiliário no ano passado foi extraordinário. O nível de comercialização situou-se muito acima do que se pode considerar como um ritmo saudável e sustentável. Portanto, a redução foi, digamos assim, providencial, para que não corrêssemos os riscos de uma euforia exagerada. Riscos esses que já se faziam perceber num movimento especulativo por parte de particulares, inflacionando os preços de terrenos e, naturalmente, o preço médio do metro quadrado construído. Um movimento que acertaria de cheio os investidores animados pela possibilidade de uma alta continuada. A diminuição vem devolver o bom senso qu

PREFEITURA E GODFARB FIRMAM TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA

A Administração Municipal e a empreiteira PDG/Gooldfarb firmaram nesta sexta-feira, dia 7 de outubro, Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que contempla um conjunto de obras de melhorias, como implantação de sistemas viários e de drenagem águas pluviais, no entorno de empreendimentos habitacionais embargados na região Sul da cidade. No final da tarde, o prefeito Demétrio Vilagra e uma equipe de secretários municipais, que conduziram a elaboração dos projetos das obras de melhorias, se reuniram com uma comissão de mutuários de unidades habitacionais nos empreendimentos PDG/Goldfarb, PDG/Gold China e PDG/Gold Espírito Santo embargados. O encontro foi realizado na Sala Azul, no 4º andar do Paço Municipal. Durante o encontro, o prefeito destacou o trabalho “intenso e dedicado” efetuado pela equipe que preparou o documento, e agradeceu a paciência e voto de confiança que os compradores dos imóveis deram à Prefeitura. “Estamos neste momento cumprindo uma das principais medidas que anun

PREÇOS DE ALUGUÉIS DE IMÓVEIS VÃO ÀS ALTURAS

Preço médio geral de locação subiu 20% no 1° trimestre deste ano, atrelado à alta no valor das vendas Placas de aluga-se em casa de Campinas: áreas do Cambuí, Parque Prado, Taquaral são algumas das regiões que têm as locações de imóveis mais caras na cidade O preço médio geral do metro quadrado das casas e apartamentos vendidos em Campinas e em outras 35 cidades do Estado subiu 20,7% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado e isso fez os valores dos aluguéis seguirem o mesmo caminho. O cenário gera uma retração no mercado e dificulta as negociações, de acordo com o levantamento realizado pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP). “Os proprietários de imóveis inflacionaram os valores dos aluguéis, mais do que o normal. Em Campinas as áreas do Cambuí, Parque Prado, Taquaral, são algumas das regiões mais caras. Um imóvel simples de dois quartos, nesses bairros, por exemplo, pode ser encontrado entre R

REFORMA PARA ATUALIZAR PLANTA VALORIZA BEM USADO EM ATÉ 30%

Mudanças nos espaços devem ser feitas apenas com orientação de engenheiro ou arquiteto Contratação de profissional registrado pelo Crea custa entre 10% e 15% do valor total gasto na obra SEM DOR DE CABEÇA Do projeto à contratação do pessoal, a dona de casa Sandra Tangi, 54, delegou quase todas as obrigações ao arquiteto. "Ficará mais rápido", diz Quartos grandes demais e poucos cômodos e banheiros são características comuns em unidades com mais de dez anos. Alterar a planta do imóvel a fim de adequá-lo ao uso contemporâneo é uma forma de valorizá-lo. "Uma reforma que atualize a planta valoriza em até 30% o preço do bem", diz Fernando Sita, diretor da imobiliária Coelho da Fonseca. Ampliar a área comum, criar um "closet" e transformar um quarto em suíte são algumas das obras desejáveis para que o usado esteja no páreo de unidades novas. Contudo, as mudanças exigem um olhar técnico. Reformas como mudança de parede e aumento de área construída precis

SETOR IMOBILIÁRIO É ALVO DE PARCERIAS DO PÃO DE AÇÚCAR

Até 30% das novas lojas do grupo serão unidas a torres residenciais ou comerciais Varejista tem 1,5 mi de metros quadrados em terrenos com potencial de construção, sendo mais de 60% em SP Dono de 1,5 milhão de metros quadrados em terrenos com potencial de construção no país -o equivalente a 150 quarteirões-, o Grupo Pão de Açúcar investe em parcerias no mercado imobiliário . Mais de 60% dessa área total está na capital paulista, que já vive um apagão de terrenos comerciais amplos em endereços nobres, e na Grande São Paulo. Para fazer esse patrimônio render, a varejista investe em empreendimentos mistos, com torres residenciais e comerciais perto das suas lojas. O plano é que de 20% a 30% das unidades da companhia abertas a partir de 2012 no ramo de alimentação - bandeiras Pão de Açúcar, Extra, Assaí- sigam esse modelo. O grupo tem ainda as marcas Casas Bahia e Ponto Frio. A companhia, que está presente em 19 Estados e no Distrito Federal, estuda 25 projetos nas capitais de pelo m

LOJA VIRTUAL COMERCIALIZA PRODUTOS SUSTENTÁVEIS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

São mais de 3 mil itens que pretendem reduzir o impacto ambiental e promover o desenvolvimento social O portal Greenvana criou uma nova plataforma que alia sustentabilidade à construção civil. A loja virtual Greenforma vende materiais sustentáveis para construir e reformar e entrega para maior parte do território nacional. O site contará com mais de três mil itens de materiais para construção, reforma e soluções de eficiência hídrica e energética, que possuam preocupação de reduzir seu impacto ambiental e promover o desenvolvimento social. Produtos de diferentes atuações com foco em sustentabilidade são o foco do portal. Mais de cem empresas como Osram, Roca, Deca, Eliane e Amanco, e aquelas especializadas em soluções sustentáveis, já são fornecedores do Greenforma. Os produtos e serviços também se caracterizam por reduzirem o consumo de energia e atenderem a uma demanda crescente da legislação por empreendimentos mais limpos. Todos os itens disponíveis no site deverão responder a,

CORRETOR DE IMÓVEL PODE TER ISENÇÃO DE IPI NA COMPRA DE VEÍCULO

Se aprovada, MP reduzirá custo de automóvel quando aquisição for feita para o exercício da profissão Imovelweb A Medida Provisória 540/2011 já recebeu 242 emendas Os filiados aos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis (Creci's) que destinem seus veículos ao exercício da profissão poderão ter isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na compra de automóveis. É o que estabelece a emenda aditiva feita pelo deputado federal Luiz Pitiman à MP 540/2011, em pauta na Câmara dos Deputados. Segundo o presidente do Sindicato da Habitação do Distrito Federal (Secovi/DF), Carlos Hiram Bentes David, a aprovação da proposta será uma conquista excepcional para os corretores que utilizam o automóvel como instrumento de trabalho. "Vislumbramos, a cada dia, um crescimento no número de corretores tanto no Brasil, como no DF. De acordo com o Creci, atualmente, existem no Distrito Federal 17.500 corretores inscritos, 12.500 em atividade. Já estamos em segundo lugar no

AMPLIE SEUS NEGÓCIOS NO MAIOR EVENTO DO MERCADO IMOBILIÁRIO MUNDIAL !

O Brasil é o grande destaque do mercado imobiliário mundial. Para o corretor de imóveis brasileiro, o evento Realtors Conference & Expo, promovido pela NAR é uma porta de entrada para conhecer novos mercados e profissionais, possibilitando ao corretor maior atuação global. Participe deste encontro que terá uma programação exclusiva para os corretores brasileiros. SAIBA MAIS SOBRE O EVENTO: O Realtors Conference & Expo é promovido pela National Association of Realtor (NAR), considerada a maior associação de corretores de imóveis do mundo. O encontro ocorrerá entre os dias 11 a 14 de novembro, no Anaheim Convention Center, em Anaheim, Estado da Califórnia (USA). Reunindo grandes players do mercado imobiliário internacional, os participantes poderão, durante quatro dias, participar de debates sobre o setor, palestras motivacionais e um pacote de atividades para qualificar o corretor de imóveis. VANTAGENS PARA O CORRETOR BRASILEIRO: Palestrantes internacionais: Empresário

SAQUES DO FGTS PARA PAGAR CASA PRÓPRIA CRESCEM 57%

Aumento se refere ao valor resgatado no ano, até julho, ante o de 2008 Aquecimento do mercado imobiliário e "Minha Casa", lançado em 2009, impulsionaram saques Os saques de recursos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para a compra da casa própria saltaram 57,2% no acumulado do ano até julho no confronto com igual período em 2008. Entre os motivos, destaca José Maria Oliveira Leão, superintendente nacional do FGTS, estão o aquecimento do mercado imobiliário e o programa Minha Casa, Minha Vida, lançado pelo governo federal em março de 2009 com o objetivo de reduzir o deficit habitacional no país. Já na comparação com o mesmo período no ano passado, o aumento foi de 13%, segundo dados da Caixa Econômica Federal, agente operadora do fundo. Na média, considerando todas as formas de saque autorizadas, os acréscimos foram de 23,4% e 11,0%, respectivamente, nesses períodos. O dinheiro pode ser usado na compra do imóvel , para reduzir as prestações do financiame

CONSTRUTORA DEVE DEVOLVER TODO O DINHEIRO A QUEM DESISTE DE IMÓVEL

TJ de São Paulo editou três sumulas que facilitam receber de volta o valor já pago mesmo quando contratos preveem retenções Imóvel em construção: decisões do TJ-SP favorecem compradores São Paulo - Súmula é um documento que reúne decisões reiteradas (adotadas com igual conclusão) sobre um mesmo assunto, conforme explica Marcelo Tapai, do Escritório Tapai Advogados. Ele comenta que "as súmulas servem para uniformizar o entendimento dos julgadores, e dar mais segurança para quem espera uma decisão judicial". Tapai faz a introdução para dizer que, em função da repercussão do tema envolvendo desistência de compra de imóvel, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) editou três súmulas que, de acordo com o advogado, facilitam ao desistente receber de volta o valor pago pelo imóvel até a data da desistência. Inadimplente tem igual direito - A primeira súmula, comenta o especialista em direito imobiliário, determina que o comprador do imóvel , mesmo inadimplente, pode pedir a

COM ESCASSEZ DE IMÓVEIS, NEGOCIAR RENOVAÇÃO DE ALUGUEL É A MELHOR OPÇÃO

SÃO PAULO - A escalada de preços dos aluguéis de novas residências na cidade de São Paulo ainda não dá sinais de arrefecimento. Por isso, pode ser um melhor negócio aceitar um reajuste igual ou superior ao Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M) do período no vencimento do contrato de locação do que optar pela procura de novo imóvel . "Se o locatário desistir de uma determinada locação e devolver o imóvel , vai ter dificuldades para encontrar outro com as mesmas características e preço", diz o gerente de locação do Secovi-SP, Hilton Pecorari Baptista. Para ele, "a demanda elevada e a pequena oferta têm pressionado os preços". Ele explica que o IGP-M, normalmente usado no reajuste dos aluguéis, vem apresentando altas mais modestas nesse ano do que em 2010. Contudo, os preços das novas locações têm se expandido em ritmo bastante superior. Segundo a última pesquisa disponível do Secovi-SP, os valores tiveram aumento de 17% em agosto na comparação mesmo mês de

CAIXA JÁ VÊ MODERAÇÃO NO CRESCIMENTO DO CRÉDITO IMOBILIÁRIO NO PAÍS

WASHINGTON - O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Hereda, afirmou que a alta dos preços de imóveis e do crédito imobiliário no Brasil já começaram a moderar, afastando o risco de criação de uma eventual bolha nesse mercado. "O crescimento do crédito moderou, até porque as classes A, B e C têm um limite de quanto podem pagar por um imóvel ", disse Hereda ao Valor, durante um evento da Câmara de Comércio Brasil Estados Unidos em Washington, paralelo ao encontro de outono do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele é um dos palestrantes, assim como o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, e o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Esta semana, o FMI divulgou relatórios apontando o risco da rápida expansão do crédito no Brasil e da valorização dos imóveis . O organismo aponta em especial o avanço dos preços dos imóveis em São Paulo, que ocorre na velocidade das cidades com mercado mais aquecido da Ásia. "Os preços funcionam na economia", afir

ÁREA VERDE NÃO É ESSENCIAL NA ESCOLHA DO IMÓVEL

A alta do número de condomínios residenciais com áreas de preservação ambiental pode ser explicada não só pela falta de terrenos mas também pela alteração no perfil de edifício desejado, avaliam profissionais do mercado imobiliário . No entanto, a área verde não é o argumento principal para que os compradores decidam por um lançamento, de acordo com levantamento da incorporadora Esser com compradores. "Não é essencial, mas a área verde é um diferencial na escolha", afirma Odair Senra, vice-presidente do Sinduscon-SP (sindicato das construtoras). Assim, apesar de imóveis com amplas áreas verdes terem um terreno com menor aproveitamento para construção, o preço de suas unidades deve ser competitivo.

IMÓVEL EM CAMPINAS EQUIVALE A NOVA YORK

Metro quadrado construído em áreas nobres tem preços quase equivalentes a imóveis nos Estados Unidos Vista de prédios do bairro Cambuí, em Campinas; valorização de 40% em 3 anos O Mercado Imobiliário de Campinas vive um momento de euforia por conta da alta valorização dos imóveis. Nos últimos três anos, o valor do metro quadrado na cidade cresceu cerca de 40% segundo o Secovi-SP (Sindicado da Habitação de São Paulo) e em algumas regiões os preços se equivalem aos encontrados em cidades como Nova York e Miami. Atualmente, o Secovi aponta que o preço médio do metro quadrado construído em Campinas é de R$ 5,5 mil, mas que chegam a até R$ 10 mil em áreas mais nobres, principalmente as comerciais, em bairros como o Cambuí. Os valores praticados em Campinas podem ser encontrados nas cidades norte-americanas segundo a Lello Imóveis, empresa especializada em administração de imóveis e condomínios , e a consultoria financeira Life. Segundo a Enter Brazil, empresa especializada em enco

CONCIMA É INTIMADA A CONTER CONTAMINAÇÃO EM CAMPINAS

Secretaria de Meio Ambiente deu prazo de 10 dias para iniciar retirada de vapores do subsolo em condomínio Empreendimento foi construído na área da antiga indústria química Proquima, que lidou com solventes por cerca de 20 anos naquela região A Prefeitura de Campinas, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, intimou esta semana a empresa Concima S.A Construções Civis para iniciar, em um prazo máximo de 10 dias, a retirada de vapores do subsolo da torre A do condomínio Residencial Parque Primavera, no bairro Mansões Santo Antônio. O empreendimento foi construído na área da antiga indústria química Proquima, que lidou com solventes por cerca de 20 anos naquela região. O solo do local está contaminado e a Prefeitura atualmente busca recursos para ter uma exata noção do tamanho e da intensidade do problema. O trabalho da Concima deverá ser supervisionado por técnicos da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb). A intimação foi entregue nesta sexta-feira (