CORRETOR DE IMÓVEIS PASSA A SER MAIS EXIGIDO PELOS CLIENTES


Com o avanço nas vendas de imóveis, o corretor ganha visibilidade e passa a ser mais exigido pelos clientes



Com a função de aproximar vendedor e comprador ou locador e locatário, ele precisa também entender detalhes do negócio.



"Um corretor de sucesso hoje não pode ser mais um demonstrador de imóveis. Ele precisa ser especializado em muitas áreas, como de avaliação,financiamento e documentação", diz a corretora Elizete Faria, 54, formada em economia.

A comissão pelo serviço varia de 6% a 8%, mas quem atua em uma imobiliária tem de repassar, em geral, de 40% a 60% do pagamento para a empresa.

Para Roseli Hernandes, da Lello, quem quer trabalhar na área não deve pensar como "aventureiro": "Não dá para ser empresário e querer ser corretor só aos sábados e domingos".Segundo ela, a carreira atrai profissionais diversos e boa parte tem nível superior.

Ainda há dúvidas na esfera judicial se a comissão do corretor tem de ser paga após ele deixar o negócio encaminhado, ainda que a negociação se desfaça.

O Superior Tribunal de Justiça decidiu pelo menos duas vezes recentemente em favor dos profissionais, mas a questão segue sendo decidida caso a caso.