CONDOMÍNIO O GRANDE VILÃO DA VALORIZAÇÃO DO IMÓVEL.


condomínio hoje é um mal necessário do brasileiro, infelizmente com a insegurança que vivemos morar em casa de rua atualmente é tornar-se preza fácil, não que morar em condomínio fechado é sinônimo de segurança, aja visto as invasões ocorridas ocasionalmente em bairros nobres de São Paulo, mas convenhamos que a exposição é bem menor.



Agora quando se discute valores, o condomínio se torna o grande vilão da valorização e liquidez do imóvel. Um condomínio muito alto trará muitas dificuldades de venda e valorização do imóvel, alguns se tornam valores semelhantes a pequenos alugueis caos em que se paga alto por um condomínio que só dispõe de segurança e não existe nem lazer, problema vivido também quando na hora da locação, o aluguel do imóvel tem o chamado “pacote” a soma de todas as despesas, aluguel, condomínio e IPTU e quando o valor de condomínio é alto o locador terá de alugar por um valor menor, porque se for alugar por um valor compatível com a locação de um apartamento com condomínio baixo o preço final irá sair do limite.


Casa em condomínio:

Casas em condomínios hoje são praticamente raras, principalmente na cidade de São Paulo e os grandes influenciadores dessas construções são? Disposição de terreno, valor construtivo, ausência de lazer e altos custos de condomínio, visto que são poucas unidades a serem rateadas.

O que influencia os custos?

São vários fatores que podem influenciar na alta do condomínio: Poucas unidades, idade do prédio, estrutura, conservação, administração, dentre outras situações que podem ocorrer individualmente em cada caso.

 O que fazer?

Não sou especialista no caso, mas já observei algumas ações que fazem com que a mensalidade do condomínio possa ser mais baixa:

• Uma das, é a participação na reunião de condomínio para acompanhar de perto os gastos. • A pontualidade no pagamento de contas que evitam juros e multa.

• A contratação de empregados e prestadores de serviços quanto a contratos e se não há muita demissão ou inadimplência, a conservação do prédio se não há vazamentos, problemas elétricos e hidráulicos…

• Gastos com compras de materiais de limpeza, aparelhos elétricos e de musculação, produtos de tratamento de piscina…

• Acompanhamento de pagamentos de cota de cada morador se não há atrasos.

• Reciclagem de lixo Essas são algumas medidas que poderão influenciar e muito o valor do condomínio, outra medida que um conhecido síndico tomou, foi enumerar alguns serviços como: Farmácia, supermercado, horti fruti, loja… Serviços muito utilizados por maioria e esses estabelecimentos ofereciam descontos especiais para fidelização dos moradores por meio de cadastro do endereço do prédio.

E você o que faz, já fez ou acha que poderia fazer para ajudar a reduzir o valor de condomínio?

Por: Manoel Santos

Manoel Santos - Consultor Imobiliário especializado na Zona Oeste, Lapa,Vila Romana, Alto da Lapa, Vila Leopoldina... Caso você procure dicas ou imóveis em regiões diferentes consulte-me. Tenho conhecimentos em outros bairros, caso a dúvida não seja sanada tenho parceiro qualificado em cada região para que possa lhe proporcionar o melhor atendimento.