COMO FAZER UM BOM FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS

Hoje em dia muitas pessoas não sabem que podem ao comprar um imóvel, uma casa ou apartamento novo ou usado que possa fazer o financiamento imobiliário.
Durante esse período, o imóvel acaba ficando ligado com a pessoa que fez a compra, mas essas pessoas não podem em hipótese alguma tentar fazer a negociação deste imóvel enquanto a pessoa não negociar a sua dividida com o banco.
Por esse motivo, diversos bancos oferecem diversas opções financiamentos, que nos quais os diferenciam são as condições que cada um oferece de pagamento, taxas de juros cobras, tempo de contrato e quanto tempo um imóvel pode ser financiado pelo aquele determinado banco.

No primeiro momento, é sempre importante ir até uma agência bancaria de sua escolha e conversa com um gerente para que ele lhe mostre quais serão as burocracias para que seja liberado o seu crédito.
Neste primeiro momento inicial é sempre importante entregar as cópias originais do RG e CPF e comprovante de renda atual.
Pessoas que sejam autônomas, podem conseguir comprovar renda por meio de um contrato de prestação de serviços ou da sua própria declaração de renda.
No caso de outros tipos de trabalhadores, a sua comprovação de renda poderá ser feita através uma ficha cadastral do banco escolhido, que no qual deverá ser preenchido coma orientação do gerente.
A Comprovação de renda do comprador, indicará quanto poderá ser a sua capacidade de pagamento das prestações, pois este valor não poderá comprometer mais que 30% da sua renda atual.  Além disso também é feito uma análise cadastral que irá verificar se a pessoas tem alguma pendência no SERASA ou SPC. Se não houver nenhuma restrição, seu crédito é liberado de forma instantânea pelo banco escolhido.
Depois de feito esses processos acima, o banco por meio de uma empresa de engenharia cadastrado por eles, irá até o imóvel até o imóvel para realizar a avaliação do imóvel no qual será financiado para que possa ser confirmado o seu valor.
Depois o banco elabora o contrato e pede para que o possível comprador e o vendedor assinem o documento. Para isso o este documento deverá ser registrado em um cartório para que possa ter validade junto ao banco. Depois desse processo burocrático, o banco libera o crédito e o vendedor é pago. Com isso o comprador do imóvel começa a pagar as prestações e quitar as suas dívidas com o banco de acordo com os tipos de financiamentos feitos como:
  • Financiamento FGTS: O Valor do Imóvel e o financiamento tem limites que podem variar periodicamente. Só podem participar as pessoas que possuem uma determinada renda familiar máxima, sendo que este valor vária de acordo com a região.
  • Financiamento SBFE: Não há limite de renda, pois o valor do imóvel financiado está no limite do SHF e as taxas de juros não podem ser superiores a 12% ao ano.
  • Construtoras: Oferecem maior flexibilidade de negociação. Não tem imposição de limites sobre os valores financiados, renda ou taxa de juros.
Documentos Necessários Para se fazer um Financiamento de Imóveis
  • RG, Original e Cópia;
  • CPF, Original e Cópia;
  • Comprovante de Estado Civil, Cópia e Original;
  • Comprovante de Renda, Original e Cópia;
  • Certidão Conjunta Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e Dívida Ativa da União ou Certidão Conjunta Positiva com Efeito de Negativa de Débitos Relativos a Tributos Federais e Dívida Ativa da União, Extraídas da Internet do Site da Receita Federal.