SECOVI-SP ORIENTA CORRETOR DE IMÓVEIS A MELHORAR DESEMPENHO PROFISSIONAL

A iniciativa irá mostrar que por meio do marketing pessoal e planejamento de metas é possível aumentar a performance e se destacar no segmento. Dia 20/10, das 10 às 12 horas, na sede do Secovi-SP, com transmissão simultânea e on demand

Especializar-se no segmento onde quer atuar (casa apartamento, salas comercias, postos de gasolina, fazenda, fábrica, etc.), focar a atuação em uma determinada região da cidade e otimizar o tempo de trabalho buscando uma maior produtividade. Estas são algumas recomendações que serão apresentadas no próximo Encontro Secovi-PQE Planejamento e Metas para o Corretor Moderno, que acontece em 20/10, das 9h30 às 12 horas, na sede do Sindicato – Rua Dr. Bacelar, 1.043 – Vila Clementino – SP.“O comportamento do cliente mudou totalmente nos últimos 20 anos e cada vez mais ele busca informações sobre o que deseja comprar. A postura do corretor de imóveis precisa acompanhar este novo perfil, a fim de atender o comprador de forma mais eficiente e de acordo com as suas expectativas”, alerta Paulo Cezar Mansor de Oliveira, economista, consultor imobiliário, conselheiro do Creci e um dos palestrantes do evento.O profissional deve estar cada vez mais informado sobre o produto comercializado e gostar dele para fechar bem um negócio. “Já passou o tempo em que se vendia o imóvel na marra”, acrescenta ele, para ainda lembrar que, por ser autônomo, o corretor não tem horários rígidos o que exige maior organização para otimizar o tempo dedicado ao trabalho.“Além disso, investir em si próprio, nas potencialidades pessoais, estar sempre atualizado com assuntos do momento e falar, pelo menos, uma língua estrangeira é essencial para ter mais oportunidades de se relacionar com qualquer tipo de cliente”, destaca o consultor.Outra questão importante é o corretor não ter medo de receber uma negativa do eventual comprador ou se sentir incapaz de efetivar uma venda. “O vendedor não deve ter receio de o cliente achar o imóvel caro e fazer uma contraproposta, porque na verdade ele está interessado no produto”.Destinado a empresários, gerentes, corretores, profissionais de empresas de comercialização e demais interessados no tema, a iniciativa vale 25 pontos para os segmentos de locação, compra e venda, loteamentos e Associações de Adquirentes de Lotes.