CLIENTE SENTE MAIS SEGURANÇA NO CORRETOR DE IMÓVEIS


Gestor imobiliário avalia a relação cliente x corretor de imóveis e como o profissional pode passar mais segurança nos negócios



O trabalho do corretor de imóveis vai muito além de vender um apartamento, ou ser um intermediário entre o dono do imóvel e o comprador. É ele que presta toda a assessoria desde documentação até a concretização do negócio. E o corretor que não executa um bom serviço, também não faz negócio e deixa de ganhar.

O Gestor Imobiliário pela Universidade da Cidade de São Paulo-UNICI, Givaldo Ferreira, avalia a segurança do cliente no corretor de imóveis. Segundo ele, os clientes de hoje já não tem mais o receio de antigamente. "Tempos atrás, muitos procuravam um advogado para acompanhar na negociação. Hoje, o mercado imobiliário está mais profissionalizado, inclusive com cursos universitários para capacitar esta área que está em constante expansão", explica.

Orientações corretas para cada ocasião

Pequenos procedimentos fazem a diferença na hora de comprar, vender ou locar. Ferreira explica que em caso de locação, primeiramente o corretor deve orientar o cliente em relação à fiança locatícia que existe no mercado, como, seguro fiança, fiança jurídica, física e também a caução que hoje não é tão usada quanto às citadas.

Para vender, a história é outra. É sempre bom deixar o vendedor seguro quanto a forma de aquisição do cliente, seja uma venda à vista ou financiada. “É recomendável fazer um contrato de compromisso de compra e venda, dando total segurança para que ele não se surpreenda no final, orientando na transmissão da posse e documento que serão apresentados para a outorga da escritura definitiva”, explica o gestor imobiliário.

A parte mais sensível do negócio é o comprador, até porque ele sempre compra baseado na confiança que tem no profissional que apresentou o produto. Nessa hora é fundamental o corretor tomar algumas medidas para que o negócio seja um sucesso e não dor de cabeça. 

"Antes de fechar algum negócio, é importante o profissional checar o nome do vendedor para verificar se ele não tem alguma ação, ônus ou outras pendências que comprometa o negócio. Também é imprescindível atualizar certidões da matrícula, de ações reais de ônus reais, para ver se o imóvel não tem algum gravame", finaliza.

Muitos querem dispensar o trabalho do corretor de imóveis e fazer as negociações por conta própria. Mas é este o profissional que serve como porto seguro para que todas as etapas, tanto de venda, locação ou compra, sejam realizadas da melhor forma possível, garantindo segurança a todos os envolvidos.