QUERO SER CORRETOR DE IMÓVEIS: IMOBILIÁRIA OU CONSTRUTORA, POR ONDE COMEÇO?


imobiliaria-ou-construtora-qual-caminho-seguirIA reflexão de hoje foi inspirada na sugestão dada por uma leitora de nosso blog. Depois de receberem a tão esperada carteira vermelha e terem passado por toda a etapa de formação, muitos corretores de imóveis se veem perdidos e pensam: tenho o Creci, e agora por onde começo, imobiliária ou construtora? Em qual dos dois mercados tenho a chance de ser bem sucedido? Que tipo de empresa oferece mais vantagem? Em qual mercado a venda acontece de forma mais fácil? Em qual empresa vou ganhar mais dinheiro?
Estas dúvidas são saudáveis e devem nos impulsionar a uma ação diferenciada que colabore para o alcance de nossas metas, independente do tipo de negócio em que vamos iniciar a nossa carreira.
Cada empresa, seja a imobiliária ou a construtora, tem suas particularidades, sendo fundamental pesquisar sobre elas para poder direcionar os seus esforços para aquela que mais se enquadra no perfil de atuação do corretor.



Na imobiliária, por exemplo, o corretor tem a possibilidade de trabalhar com imóveis prontos e em lançamento, com o diferencial de poder contar com um banco de dados com empreendimento de várias construtoras.
Isto contribui para que o leque de opções para atender aos clientes seja muito amplo, aumentando, assim, as oportunidades para a realização da venda. Além disso, a expectativa de gerar novos negócios é constante, uma vez que o mercado é extremamente versátil, ora apresentando maiores facilidades para os imóveis em lançamento, ora para imóveis prontos.
Já na construtora, o corretor de imóveis trabalha com o empreendimento de uma única empresa, o que o possibilita se tornar um especialista em determinada marca. Dessa forma, a chance do profissional transitar de forma mais natural pelos benefícios do imóvel e transmitir isto para o seu atendimento é maior, uma vez que ele está mais focado.

Com isso, o corretor pode gerar uma maior identificação com o imóvel e assim, se destacar em seu atendimento transmitindo mais segurança e credibilidade para o cliente.
Outra particularidade da construtora é o fato da facilidade do acesso aos documentos. Como estes documentos, em sua maior parte, são relacionados apenas ao terreno onde o empreendimento será construído, a venda se torna menos burocrática, agilizando a negociação.
Soma-se a isso, o fato de na construtora, o corretor estar focado na categoria “lançamento”, o que contribui para que sua linha de argumentação seja potencializada e, dessa forma, tenha maiores possibilidades de reverter as objeções dos clientes.
Estas são apenas algumas das principais características destes dois tipos de caminhos que o corretor pode percorrer em sua carreira no mercado imobiliário. Todavia, mais importante do que ser corretor de imóveis de imobiliária ou de construtora, é conhecer as especificidades destas duas áreas e compará-las com o seu perfil de trabalho, pois em ambos os negócios o profissional encontrará desafios e oportunidades. A diferença se dará em como o corretor se comportará diante destas variáveis.
Seja na imobiliária ou na construtora, o corretor precisa conhecer bem o imóvel para fazer uma apresentação baseada em argumentos bem fundamentados. Não há como excluir deste processo a necessidade de uma leitura adequada do perfil do cliente a fim de identificar, de forma mais assertiva, a necessidade de seu prospect para assim, oferecer um melhor atendimento que o leve a alcançar resultados esperados, ou seja, a venda.
E aqui, volto a enfatizar uma questão que sempre reflito em meus textos. No mercado imobiliário não há varinha mágica que faça com que a venda aconteça de uma hora para outra. Ao contrário, a venda é fruto de um processo que requer, acima de tudo, planejamento.
E neste planejamento devem existir estratégias específicas que corroborem para uma efetiva  gestão do tempo, fazendo com que  o corretor possa se dedicar ao estudo do mercado, do perfil do cliente e dos imóveis disponíveis em seu banco de dados. Isto é fundamental para que o profissional consiga, entre um atendimento e outro, o comprometimento necessário para o aperfeiçoamento de seus métodos e técnicas.