CORRETOR DE IMÓVEIS - ANTES DE TUDO, É PRECISO TER O “PRODUTO”


O Brasil possui, aproximadamente, 90 milhões de pessoas conectadas à internet. Nos dias atuais, esta ferramenta se tornou fundamental para a compra de qualquer produto, inclusive, imóveis.



Os jornais impressos ainda dominam uma boa parte do orçamento das empresas para os anúncios dos seus imóveis, mas, isso deve mudar com o passar do tempo. Os impressos não conseguem trazer informações importantes a respeito do imóvel, além disso, não é possível a colocação de mais de uma foto em suas páginas.


Por outro lado, a internet, atrai mais de 70% dos clientes que querem realizar o sonho da casa própria. E, como sabemos, a rede mundial de computadores comporta infinitas possibilidades de armazenamento e busca de informações.

Neste caso, não basta apenas anunciar os imóveis, como é feito nos jornais. O cliente quer mais informações, mais detalhes e, principalmente, mais fotos. Para que ele perceba, antes mesmo da visita, se realmente deseja comprá-lo.

Para que o corretor não fique parado no tempo, e nem imagine que apenas a quantidade de anúncios fará com que seu imóvel seja vendido, é preciso que ele corra atrás dos melhores produtos.

Anunciar imóveis, sem conhecê-lo e com poucas fotos, não trará qualquer tipo de retorno. Hoje, todos os sites imobiliários comportam mais de 20 fotos. E são, justamente, as fotos, os melhores produtos que o corretor tem em mãos.



Então, ao fazer a captação do imóvel, é imprescindível que o corretor tenha em mente a necessidade de fazer o maior número de fotos possível, só assim, ele terá em mãos um excelente produto para expor aos seus clientes. Caso contrário, seu anúncio será apenas mais um, entre os milhares já existentes na concorrência.