VOCÊ ESTÁ PREPARADO PARA ATENDER CLIENTES ESTRANGEIROS?


Corretor de imóveis: Como atender clientes estrangeiros
Vivemos no século XXI, onde empresas nacionais estão em fase de expansão e as multinacionais investindo capital no mercado brasileiro. Como consequência, o país vem atraindo novos investidores e a estrutura econômica está cada vez mais valorizada.
Este fenômeno está ligado diretamente com a globalização, que nada mais é que um processo de integração social, cultural, econômico e político. Para atuar neste mercado, é necessário que as pessoas mantenham-se atualizadas com as tendências mundiais e conectadas com a cultura e atitudes de quem vem de fora do país.

Para conectar-se com este novo público que aos poucos vem chegando, consumindo e usufruindo das “maravilhas” do Brasil, é necessário conhecermos a cultura dos países destas pessoas e suas características básicas, assim é possível estabelecer uma comunicação confortável e que demonstre uma excelente receptividade e segurança. Além disso, falar ou compreender um segundo idioma é um grande diferencial hoje em dia. O resultado desta dedicação é transmitir corretamente a mensagem para o cliente, sem erros ou distorções.
O inglês é um idioma global que conecta a economia, a cultura e a sociedade internacional.  Sendo a terceira linguagem do mundo com maior número de falantes nativos, este idioma detém a posição de mais falado no mundo. Para os corretores de imóveis brasileiros, comunicar-se em um segundo idioma, significa ampliar seu campo de abrangência e possibilita realizar parcerias com profissionais de outros países e atender clientes ou investidores interessados no Brasil.
A copa de 2014 está supervalorizando as cidades-sede dos jogos. Segundo os especialistas a tendência é o aumento do metro-quadrado dos imóveis. “A Copa do Mundo é um motivador para novas obras e novos negócios. Com destaque para as construções de estádios e mobilidade urbana. Isto aponta para uma valorização de mais de 20% nos imóveis. É um aquecimento real do mercado imobiliário.”, destacou o secretário estadual da Copa, Mario Celso.
O corretor de imóveis que procura ampliar seus campo de atuação precisa ampliar também seus conhecimentos.  Além de aprender uma segunda língua os profissionais da corretagem, devem estudar sobre os principais países investidores,  procurar aprender a cultura e até mesmo algumas técnicas de vendas praticadas nestas localidades. Assim, o cliente irá sentir-se confiante em realizar uma negociação com um profissional que compreende suas crenças e tradições locais, evitando choques culturais.